Durante o mês de julho o mercado de veículos usados retorna ao patamar pré-pandemia.

Os resultados atuais mostraram a força e a capacidade de recuperação do mercado automotivo após o período prolongado de isolamento e fechamento do comércio. Foram comercializadas 60.024 unidades/dia na segunda semana de julho, 7,1% a mais do que na semana anterior. Em comparação, na primeria quinzena de março, as vendas diárias atingiram 60,9 mil.

Segundo o conteúdo publicado no site da FENABRAVE, vários fatores influenciaram esses números. Alguns que podemos citar, houve um aumento no movimento de negócios com "troco na troca", onde o consumidor trocava um veículo mais novo por um mais velho para fazer caixa e manter equilibrado seu orçamento. Outro fator foi o uso intensivo de recursos digitais como uso de classificados, sites, aplicativos e integradores, que aproximaram o cliente que estava buscando adquirir ou trocar seu veículo a fazer isso de forma remota.

Alguns clientes da plataforma Multimarcas.online relataram também que ter o sistema de gestão online, auxiliou as negociações durante o distanciamento, já que permitia ter acesso a todas as fichas de veículos e clientes de qualquer lugar, facilitando assim a concretização das vendas mesmo sem precisar ir na loja.

Esse comportamento certamente tem ajudado o mercado de usados a recuperar-se mais rápido que outros setores econômicos.

Fonte: FENABRAVE (http://www.fenabrave.org.br/)